O fantasma de Errol Flynn

Flynn em Capitão Blood

Errol Flynn foi uma lenda em Hollywood e mesmo que os mais jovens não lembrem dele, o primeiro filme que ele estreou nos EUA, Capitão Blood, se tornou uma referência eterna para filmes de pirata. Digamos que, muito antes do pirata cínico e divertido de Johhny Depp, já existia Peter Blood, o avô de todos eles… Belo, língua afiada, corajoso, divertido e derretendo corações à esquerda, à direita e ao centro dos cinemas…

Flynn foi a escolha de Jack Warner para viver o papel de Peter Blood, no clássico Capitão Blood. Ele era uma aposta arriscada, principalmente porque não tinha experiência… Mas Warner disse do  ator: “… Ele era todos os heróis em um só pacote, magnífico, sexy e animal” .. Ele tinha um jeito canalha e com um brilho irresistível em seu olhar.  Errol Flynn era o que toda mulher queria e o que todo homem almejava ser.

Do anonimato ele foi para a fama instantânea e se tornou o astro em Hollywood.  Para comemorar sua boa sorte, Flynn projetou sua casa dos sonhos – “um teatro” – como ele chamou. Ele comprou onze acres em Hollywood Hills, e construiu uma casa de campo. Uma casa misteriosa, cheia de passagens secretas, espelhos que permitiam bisbilhotar as mulheres e com  janelas de vista panorâmica da cidade abaixo. Além disso tinha uma piscina com um fundo preto, e que causava medo em algumas pessoas…

Flynn viveu uma boa vida por muitos anos em Mullholland. Em 1957, ainda não divorciado da terceira esposa, Patrice Wymore,  Flynn de 48 anos de idade, começou a ter um caso com Beverly Aadland, de 15 anos. E pasmem, a mãe de Beverly, Florence também frequentava a casa, e passava muitas noite por lá.

Errol viveu uma vida agitada, entregue a mulheres, bebidas e drogas. Suas festas selvagens eram conhecidas por todos em Hollywood. Isso cobrou um preço caro a ele. Fisicamente,  sua beleza se esvaiu depressa e ele envelheceu precocemente. Financeiramente, ele faliu.  Ele perdeu sua casa em 1959, e morreu numa festa que estava dando no iate que tinha acabado de vender. Segundo se conta, o legista que examinou  corpo disse que aquele parecia o corpo de um velho de 80 anos. Mas como ele mesmo disse um dia, “o público não quer me ver coimo um cara tranquilo…”

Mas vamos ao fantasma,  Ricky Nelson um famoso cantor,  comprou a propriedade de Flynn do artista Stuart Hamblin, o outro único proprietário.  Rick e sua esposa, a atriz Chris Nelson mudaram-se para a casa com seus quatro filhos apenas 18 anos depois da morte de Flynn.

“A casa era uma casa de fazenda de dois andares.”, disse a filha Tracy. “A porta da frente estava em um lugar onde não deveria estar por isso nunca usei e por isso nunca eu realmente senti que a casa tinha um coração, tinha um centro. Eu normalmente só entrava e ia direto para o meu quarto.

“Meu quarto era onde costumava ser o quarto de Beverly Aadland e lá sempre sentia esse cheiro de perfume barato. Todos os tipos de coisas estranhas me perseguiam: a porta do chuveiro abria e fechava no meio da noite, coisas caiam sem nenhum motivo “O fantasma em meu quarto era feminino… Aadland ou a mãe estavam lá.  Instintivamente, Tracy sentiu que era uma presença antiga e cínica.  Poderiam ser essas presenças algumas das inúmeras mulheres que lynn tinha amado e abandonado?  Quem ou o que estava lá, seus amigos sentiam isso também. “Quando eu estava indo para a escola, as meninas faziam festas do pijama, mas ninguém queria ficar na minha casa. Tinha uma energia estranha  na casa. ”

O casal Rick e Chris Nelson era atormentado por problemas – com o seu casamento, com suas carreiras e com drogas. No início dos anos 80, Chris saiu de casa com o filho mais novo, mas  Tracy permaneceu com seu pai.

“Uma noite, cheguei em casa do trabalho. Estava escuro. Eu olhei para a sala de jantar e a luz estava acesa e havia um homem parado lá.Pensei que papai estava em casa, subi para o quarto e chamei-o sem resposta. Notei que o carro não estava. Então o telefone tocou e era meu pai dizendo que  ele estaria em casa amanhã. ”

Tracy disse-lhe que ela tinha acabado de ver e Rick respondeu: “Oh isso é só Errol”.

Rick Nelson adorava viver na casa de Errol Flynn e ele não ligava para a presença do espírito, ele dizia que sentia uma forte afinidade com o espírito de Flynn e talvez Flynn sentisse também.

No dia seguinte, Tracy chegou do trabalho quando ainda estava claro. Ela foi direto para seu quarto, mas depois de alguns minutos, ouviu um barulho do andar de baixo. Parecia que alguém tinha quebrado algo.

“Meu pai tinha uma sala cheia de seus discos de ouro e prêmios, todos pendurados nas paredes. Parecia que quem estava lá estava quebrando todos os discos de ouro e outras coisas do papai e eu lembro de ter pensado, ‘Oh meu Deus, quebre tudo, menos isso. ”

“Eu me escondi no armário e esperei o barulho parar. Era muito alto, a casa estava tremendo. Parecia que as pessoas estavam jogando coisas contra as paredes, quebrando cadeiras e vidros. O sol finalmente se pôs. O barulho cessou e pensei que seria finalmente seguro para descer. ”

Tracy esperava encontrar o lugar em ruínas, mas não havia nenhum vidro ou móveis quebradoa. Em vez disso, todas as luzes haviam sido ligadas. Dois gatos de estimação estavam no quarto de Rick e a porta tinha sido trancada por dentro. Nada mais na casa tinha sido tocado. Tracy decidiu se mudar.

Pouco tempo depois que ela se mudou para, Rick e sua namorada ligaram para ela. “A coisa mais estranha aconteceu”, disseram-lhe. “Nós estávamos lá embaixo e ouvimos todo esse barulho vindo do seu quarto. Pensávamos que estávamos sendo assaltados. As coisas estavam caindo e quebrando. Nós chamamos a polícia, corremos  para fora e esperamos por eles. Quando eles chegaram aqui “, o casal continuou,” subiram para investigar. Sua porta estava trancada por dentro. “Quando abriu, eles descobriram que todas as luzes da sala havia ligadas, mas nada tinha sido tocado.’

Rick Nelson viveu na casa por mais dois anos, até sua morte em um acidente de avião em 1985. Tracy lembra que o espírito da casa mudou radicalmente depois disso. “Foi divertido antes, mas depois que meu pai morreu, ela se tornou malévolo. Meus irmãos e eu pudemos literalmente sentir quando a presença de meu pai se foi, a presença se tornou  feia e assustadora na casa. O meu (agora) ex-marido sempre teve dificuldade em acreditar em fantasma. Depois que papai morreu, estávamos removendo alguns móveis e ele saiu e se recusou a voltar para dentro da casa. Ele me disse: “Alguma coisa está naquela casa e eu não quero nem estar perto daquele lugar. ”

Richard Dreyfuss, colega de Tracy em Down and Out in Beverly Hills, pensou em comprar a casa, mas Tracy advertiu-o a desistir. “É uma casa ruim e ela tem algo ruim nela.”

Mulholland ficou vazia após a morte de Rick Nelson. Durante esse tempo, a escuridão pareceu envolver completamente o lugar. Uma gangue invadiu a casa e assassinou uma jovem na sala de estar. Em seguida, um misterioso incêndio queimou metade da casa.

“Eu tentei saber mais sobre isso. Havia um monte de coisas realmente malucas acontecendo em termos de uso de drogas na casa quando eu estava crescendo. Acredito que tudo isso cria o caos energético – Eu não sei mais do que chamá-lo. Então, era um lugar maluco de viver de qualquer maneira.

“Todas as mulheres do lado da minha mãe são muito psíquicas:  a minha avó, minha mãe, eu mesma. Desde que eu era criança, eu sempre fui muito aberto à possibilidade de fantasmas, porque eu sempre os senti. Nunca vi nada, mas pudia senti-los. Tudo o que posso dizer é que era definitivamente mal-assombrada. ”

Tracy tem uma teoria sobre os dois episódios em que as coisas pareciam se quebrar. Talvez Flynn ou a  mulher cínica estavam tentando alertar Rick de tragédia iminente. Quando as advertências falharam e Rick foi morto aos 45 anos – precocemente, como Errol – o espírito tornou-se negro. “A morte de meu pai foi uma coisa tão catastrófica para a família … talvez aquilo tivesse sido um aviso … talvez fosse … quem sabe?”

A casa foi demolida anos atrás e a área dividida em lotes separados, mas Tracy ainda tem pesadelos com ela o tempo todo. “É tudo tão real nos sonhos … mas meu irmão me deu alguns bons conselhos. Ele me disse, ‘Tracy, o único lugar que a casa existe agora está em nossas mentes.

fonte:

http://www.lauriejacobson.com/hollywood_haunted_ex.php

Outros links:

Filme completo (em inglês):

http://www.dailymotion.com/video/x1vb5po_captain-blood-1935-full-movie_shortfilms

http://www.youtube.com/watch?v=YGQSBd7mSw8

http://fan.tcm.com/_The-Ghost-of-Errol-Flynn-Please-read-this-its-actually-a-good-story/blog/2519802/66470.html

http://en.wikipedia.org/wiki/Errol_Flynn

Sobre shironaya

web 2.0 addict, crazy about legends, stories, drawing, cinema, painting. adoro web 2.0, lendas, estórias, desenho, cinema, pintura.

Publicado em agosto 7, 2011, em casos reais, estados unidos, filmes, lendas e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: