O primeiro chama-alma

clipped from www.reefed.edu.au
http://www.reefed.edu.au/__data/assets/image/0006/17169/bull_roarers.jpg
blog it

Enquanto os irmãos Byama estavam caçando eles deixaram seus filhos, que  tinham ambos chamados Weerooimbrall, sobre um pequeno planalto cercado por grandes rochas.  Eles achavam que os meninos estariam seguros neste lugar protegido, mas eles não tinham pensando em Thoorkook e seus cães.

Eles tinham ofendido Thoorkook algum tempo antes, e enfim a chance da vingança chegou.  Ele tinha visto os dois irmãos subindo o morro atrás de seu acampamento, acompanhado de seus filhos, e os viu sair do platô sem eles. Seus cães através do matagal e subiram o morro, e quando Thoorkook conseguiu subir a plataforma rochosa, achou os cães lutand pelos restos dos dois corpos mutilados.

Durante toda a noite se cantava tristemente no acampamento Byama pois os parentes dos meninos choravam a sua perda.  Ao amanhecer os pais estavam com a intenção de vingar-se,  mas nada podia aliviar a dor das duas mães. Passaram o dia trabalhando em silêncio com as lágrimas rolando de suas bochechas e entre os assobios do fogo a cozinhar.

Quando chegou a noite seus gritos irromperam novamente.  Elas vagavam longe do acampamento. Os outros membros da tribo estremeceram e correram para dentro de suas cabanas(1), tapando seus ouvidos para não ouvir seus lamentos.  Noite após noite continuou até que finalmente as mulheres foram transformadas em maçaricos, cujo choro continuará através das longas noites até o fim dos tempos.

“Nós perdemos nossos filhos”, o mais velho dos Byama disse, “e agora nossas mulheres também se foram.  Nós não seremos mais homens, se não matarmos Thoorkook e seus cães. ”

“É verdade”, concordou seu irmão “, mas Thoorkook é um homem mau e seus cães nos rasgarão em pedaços, se nós entrarmos em seu acampamento.

“Muitos cães, muito medo, meu irmão. Um cão, um pouco de medo. ”

O mais jovem compreendeu. “Mas como?” ele perguntou.

“Eu vou te mostrar.”

Ele amarrou uma pele enrolada em seu cinto e começou o lento ritmo da dança do canguru. Ele gritou e murmurou  feitiços, e gradualmente seus braços enrugados, suas pernas ficaram grossas e fortes, e a pele enrolou-se transformando-se em uma cauda. O homem tinha ido embora e em seu lugar ficou um canguru. O mais jovem dos Byama imaginou o que seu irmão ia fazer, mas seguiu seu exemplo e, de repente dois grandes cangurus pularam para o acampamento de Thoorkook.

Os cães os farejaram e foram rosnando para eles, esforçando-se para alcançá-los. Os cangurus fugiram com os cachorros em sua perseguição. Um deles, mais forte e mais rápido que os outros, tenho bem à frente do resto do bando.  Quando estava perto de seus calcanhares os cangurus pararam e balançaram seus rabos batendo em sua cabeça que foi esmagada virando uma pasta.  Os outros cães quase os alcançaram quando eles acabaram.  Eles correram mais uma vez, até que outro cão tomou a liderança.

Durante todo o dia seguinte, os irmãos canguru rodearam a planície, esperando até que um único cão chegasse perto o suficiente para eles para dar cabo dele.  Até ao final do dia todos os cães foram mortos. Os irmãos voltaram à forma humana, eles seguiram para o campo do assassino de seus filhos, e o mataram bem lentamente.  O espírito Thoorkook alçou e se tornou um mopoke (2) solitário.

A vergonha da morte dos dois Weerooimbralls acabou, mas o assassinato de Thoorkook não poderia devolver a vida dos meninos, nem trazer de volta as esposas maçarico, e os irmãos se tornaram homens solitários.

Um dia o mais jovem Byama estava usando o seu machado para tirar uma larva de uma fenda no tronco de uma árvore, quando de repente ele corta um grande pedaço de casca. A casca foi arremessada pelo ar, girando tão rapidamente que ele fez um som peculiar. O irmão mais velho se voltou.

“É a voz de meu filho!” ele sussurrou. Ele escondeu o seu entusiasmo.

“Não há nenhuma caça aqui”, disse a seu irmão. “Você vai lá e eu vou na direção oposta. Nos reuniremos no acampamento esta noite. ”

Assim que o jovem Byama estava fora de vista, ele caiu de joelhos e examinou a lasca, girando-a em suas mãos, se perguntando como ele poderia fazê-lo girar no ar como tinha feito quando ela tinha saltado do tronco da árvore. Jogou-o várias vezes, mas ele caiu no chão sem fazer barulho. Ele pegou sua faca, cortou um pequeno orifício na extremidade da lasca, atando um longo pedaço de corda que ele tirou de sua bolsa, e girou ela em volta de sua cabeça. Novamente a voz suave de Weerooim-brall foi ouvida.

Levando seu machado de pedra com ele, Byama voltou para a árvore e cortou um pedaço muito maior de madeira fina. Ele a esculpiu na mesma forma que o pedaço de casca de árvore, fez um buraco no final,  amarrou um cordão forte, e  girou ao redor de sua cabeça.

O jovem Byama estava a caminho de casa, sobrecarregado com a captura do dia. Ele correu até seu irmão. “Eu ouvi a voz de meu filho Weerooimbrall! , gritou ele.

“Ele não está aqui. Você sabe que ele está morto. ”

“Mas eu o ouvi. Sua voz era alta e clara. ”

“Como foi isto?” O mais velho Byama balançou o pedaço fino de madeira na extremidade do cabo. Ele girou e girou e chorou como uma voz humana.

“O que é isso?”  O jovem Byama perguntou confuso. “O que você está fazendo? É o meu filho falando e me chamando! ”

“Não, irmão, não é seu filho. Não é meu filho. Mas seus espíritos vivem nesse pedaço de madeira, gritando para nós com suas próprias vozes.

E assim o primeiro chama-alma foi feito. Foi uma coisa sagrada que preservou os espíritos dos meninos que tinham sido mortos por Thoorkook. Isso nunca foi mostrado para mulheres. Eles só precisavam ser colocado em uma corda para trazer as vozes dos meninos para a vida.

Como o passar dos anos entrou em ritos de iniciação dos jovens, que foram informados de que os espíritos dos Weerooimbralls estavam presentes neles, compartilhando experiências de masculinidade com eles, protegendo-os do mal, e fortalecendo-os no seu calvário.

Mais sobre o bullroarer:

http://jonasfeliz.blogspot.com/2009/06/bullroarer-chama-alma-ou-berra-boi.html

Notas:

1) No original wurley, um tipo de cabana aborígene.

2) . Também chamado de ruru na Nova Zelândia é uma coruja pequena, Ninox novaeseelandiae. Na Austrália o “urutau”(3) marron, Podargus strigoides, é muitas vezes chamado de mopoke.

2. Gíria australiana e neo-zelandesa para pessoa lenta ou lúgubre, também chamado de morepork (imitação do pio do pássaro).
3) Nota dentro da nota: como não achei tradução melhor, decide nomear o passário de urutau, porque na verdade ele usa o mesmo recurso de mimetização dele.

fontes:

http://www.aboriginalartcentre.com.au/dreamtime%20stories/bullroarer.htm

Links interessantes:

http://jonasfeliz.blogspot.com/2009/06/bullroarer-chama-alma-ou-berra-boi.html

http://www.uq.edu.au/aerc/index.html?page=40650

www.pt.wikipedia.org/wiki/Urutau

http://en.wikipedia.org/wiki/Bullroarer_%28music%29

http://www.paultaylor.ws/news.html

Sobre shironaya

web 2.0 addict, crazy about legends, stories, drawing, cinema, painting. adoro web 2.0, lendas, estórias, desenho, cinema, pintura.

Publicado em julho 8, 2010, em austrália, contos, lendas, supertições e costumes e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: