Gremlins?! Eles voam!!!

Acho que ninguém viu um filme de 1984 chamado Gremlins, dirigido por Joe Dante… Esse filme teve uma continuação e 1990, ainda mais doida que a primeira. Eles fizeram a alegria da molecada da década de 80 e realmente, os bichinhos eram muito, muito despirocados…

Dia desses fiquei imaginando se esse termo realmente existia, pesquisei e não achei nada sobre, até que resolvi fazer uma pesquisa mais detalhada…

Resumindo tudo que li em alguns sites, a lenda tem um passado bem recente, ao contrário das estórias de goblins e trolls, que contam com centenas de anos. Seus aparentados, os gremlins nasceram no século 20, dizem que talvez lá pela primeira guerra mundial, um termo usado pela Real Força Aérea Britânica (Royal Air Force) ou RAF para designar um aviador de baixo escalão designado para as piores tarefas. Relatos de suas aparições e comportamento circulavam entre os britânicos baseados em Malta, Oriente Médio Índia durante os anos 20 e 30.

Mas há controvérsias e o que se tem certeza mesmo é que a palavra tem seu primeiro registro escrito em documentos durante a Segunda Guerra Mundial, mas com certeza se originou entre os aviadores da RAF, em particular os homens das unidades de reconhecimento fotográfico de grandes altitudes(PRU) de RAF Benson, RAF Wick e RAF St Eval.

Alguns aviadores acusaram os gremlins de tomarem partido do inimigo, mas depois se constatou que os inimigos tinham os mesmos problemas inexplicáveis em seus aviões.  Na verdade a figura do gremlin era uma maneira de botar a culpa em outra pessoa, nesse caso coisa (buck passing), sendo “um novo fenômeno, o produto da era da máquina – a era do ar”.

Gremlin seria a designação para uma criaturinha com aparência de goblin e que provocaria defeitos nos aviões. Dizem que a palavra tem origem no termo goblin , ou no gaélico irlandês gruaimín, “camaradinha mau humorado”. Embora John W. Hazen declare que algumas pessoas digam que o nome derive do inglês arcaico gremian, “to vex”.[1]

O primeiro relato escrito saiu no periódico Aeroplane em  10 de abril de 1929. Eles foram mencionados tanto pela RAF como pelo Fleet Air Arm, uma divisão da marinha britânica responsável por aviões.  Os civis começaram a se interessar pelos gremlins, sendo ele mencionados no Punch (11 de novembro de 1942), Spectator (1 de janeiro de 1943), diversas edições de N&Q, em 1943), e alcançando os Estados Unidos (New York Times Magazine (11de abril de 1943), Time (28 de setembro de 1943)).

Mas a provável e mais divertida origem seria a que diz que o termo vem de fremlin, uma famosa cerveja… Só trocaram o f pelo g… Isso porque dizem que o primeiro gremlin avistado pelos aviadores estaria nadando num tanque de fremlin ou que os aviadores estaria bebendo cerveja e lendo contos de fadas dos irmãos Grimm e por coincidência, deram de cara com gremlins nesse dia.

Muitos aviadores juraram que viram as criaturas mexendo nos seus equipamentos. Um tripulante diz que viu um antes de uma disfunção que causou a perda de altitude de seu bombardeiro B-25 Mitchell, forçando o avião a retornar a base. O próprio John Hazen, um conhecido folclorista, deu seu próprio testemunho quando afirma que em uma ocasião ele viu um cabo partido e com marcas de dente, em um lugar totalmente inacessível do avião, nesse ponto ele afrima que ouviu uma vozinha rude dizendo “Quantas vezes devem dizer que você deve apenas obedecer ordens e não fazer tarefas se você não é qualificado para elas? Assim é que se deve fazer!” então a coisa assoviu uma melodia e outro cabo se partiu.

Os descrentes da existência dos camaradinhas verdes dizem que o stress do combate produziu essas alucinações, como um meio de explicar os problemas com os aviões durante o combate. Na minha opinião, o stress junto com a cerveja e mais o tédio de esperar asw missões, devem ter produzido boas estórias também. Afinal pra que levar a sério a vida, se você podia morrer no momento seguinte?

Como é um gremlin?

Esse camaradinha teria de 15 a 60 centímetros de altura, seria esverdeado ou cinza, com chifres ou orelhas peluadas, algumas vezes e usando todo tipo de roupa excêntrica que você puder imaginar, afinal ele é bem humorado. Ele é um especialista em causa inexplicáveis mau funcionamento em aparelhos, circuitos elétricos, e outros partes do avião. Além de ter o costume esquisito de beber gasolina e usar a gasosa para lambuzar pistas de pouso nos aeroportos.

A partir daí parece que eles passaram a mexer em todo tipo de máquina, quanto mais complicada melhor, e assim que terminam o serviço, riem tão furiosamente que parecde indicar que eles são parente de Puck e Robin Goodfellow.

Os Gremlins foram pra Disney

O autor Roald Dahl levou as criaturas para além do campo de combate.  Ele ficou sabendo do mito enquanto servindo no 80th squadron of the Royal Air Force no Oriente Médio, ele teve sua própria experiência em um pouso forçado no deserto da Líbia. Em janeiro de 1942, ele foi transferido para  Washington. Ele escreveu o livro The Gremlins, no qual ele descreve os gremlins machos como “widgets” e as fêmeas como “fifinellas“. Ele mostrou o manuscrito a Sidney Bernstein, o chefão do Serviço de Informação Britânico, que disse para ele enviar o trabalho paraq Walt Disney.

Disney pensou em usar o material para um filme, que nunca foi feito, mas a estória foi publicada em dezembro de 42 na revista Cosmopolitan.  Um ano e meio depois uma versão revisada foi publicada em um livro de ilustrações editado pela Random House (saindo uma republicação em 2006 pela Dark Horse Comics.) Graças a Disney, a estória se espalhou por uma audiência maior. Edições 33 e 41 da Walt Disney’s Comics and Stories publicadas em junho de 1943 e fevereiro de 1943, continham uma série de nove episódios apresentando o gremlin Gus como protagonista. A primeira foi desenhada por Vivie Risto e as outras por Walt Kelly.

Tipos de Gremlins.

A imagem que me fica desses gremlins são de vários relatos dos aviadores daquela época, um em especial me chamou a atenção: um gremlin de perninha cruzada, sentado entre as asas de uma gaivota, fazendo a ave voar contra o avião e pulando no último momento antes do choque da gaivota com o avião, rindo de sua maldade enquanto voa entre as nuvens.

De acordo com Hubbert Griffith em The Gremlin Question, eles sempre eram mencionados no coletivo, e nunca no singular, demonstrando que os bichinhos sempre agiam em bandos.  Enquanto servia no nordeste da Russia, ele ouviu de dois jovens aviadores como os gremlins apareciam do nada vindo das nuvens e batiam  no nariz da aeronava e se estivesse pousando bateriam no nariz do aviao, fazendo voce bater uma helice, e nao coisa pior…

Dizem que os gremlins pertubam somente em terra ou em baixas altitudes, mas um tipo alcanca ate 10.000 metros de altitude, o Spandule ou gremlin do gelo. Gremlins tamb’em gostam de sentar em bandos na cauda do aviao para depois corer para o nariz, e vice-versa, desiquilibrando o avião até ele cair no mar. E até mesmo alguns tripulantes, em busca de se aquecer, convidam o bando para ficar com eles em suas cabines. Será que vale a pena? Quanto aos gremlins visto em Gilbratar e no Oriente, na verdade seriam aparentados destes, mas um outro tipo de goblin.

Fruto da imaginação ou não, eles fizeram parte da vida dos aviadores da época, e na grande tela, foram protagonistas de dois filmes…

Foi nos filmes que aprendi que nao se deve dar banho, deixá-los comer após a meia-noite, e expô-los a luz, alem disso eles na verdade sao Mogwais, que se transformam em gremlins se você descumprir as regras…

Esqueça, na verdade, gremlins sempre foram gremlins… Como todos descobiram na RAF…

links:

http://www.toonopedia.com/gremlins.htm

http://en.wikipedia.org/wiki/Gremlin

Royal Air Force Journal, 1942, The Gremlin Question:

http://www.angelfire.com/id/100sqn/gremlins.html

Sobre shironaya

web 2.0 addict, crazy about legends, stories, drawing, cinema, painting. adoro web 2.0, lendas, estórias, desenho, cinema, pintura.

Publicado em fevereiro 21, 2010, em estados unidos, europa, Inglaterra, lendas, Segunda Guerra Mundial e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: