Mitos sobre sapos

776px-Dendrobates_azureus_(Dendrobates_tinctorius)_Edit

Dendrobates_azureu por Michael Gäbler

Mitos sobre sapos

Sapos e Tempo

As rãs têm sido associadas com o clima em muitas culturas antigas.

Alguns aborígenes australianos e indígenas americanos acreditavam que os sapos são os causadores da chuva.

Na Índia, se acredita que o sapos personificam o trovão no céu. A palavra “sapo” também significa “nuvem”, em sânscrito!

Na China, eles vêem o “Sapo” (em muitas tradições as pessoas dizem que vêm um homem na superfície da Lua), e não o “homem” da lua. O sapo também é considerado “um dos cinco venenos de yin”. Eles dizem que os eclipses ocorrem quando o sapo que mora na lua tenta engolir a própria Lua!

Sapos e Sorte

Às vezes, as culturas associam com boa ou má sorte.

No Japão, as rãs são os símbolos da boa sorte. Um mito diz que os sapos boi são descendente de um sapo monstruoso que podia engolir todos os mosquitos de um lugar só comuma única respiração!

Alguns mitos são menos favoráveis para as rãs e sapos. Alguns folcloristas * alegaram que “Se o primeiro sapo que você vê na primavera está sentado no chão seco, significa que durante o mesmo ano que você vai derramar tantas lágrimas quanto o sapo exigiria para nadar a essa distância” Se, por outro lado, o primeiro sapo que você vê na primavera der saltos para a água, você experimentará desgraça todo o ano! No entanto, se a primeiro sapor vier pulando na sua direção, você terá muitos amigos e, se ele pular para longe de você, você vai perder alguns.

Sapos para algumas pessoas menos esclarecidas são associadas a encarnações do ma, demônios ou o próprio diabo!

Os sapos e verrugas

Alguns dizem que você pega verrugas se tocar rãs e sapos, mas a pele de rãs e sapos é assim para mantê-los úmidos, para camuflagem e alguns sapos e rãs têm glândulas que secretam veneno para sua proteção e que que podem causar irritações na pele e pode ser venenoso para algumas espécies de animais.

Os franceses e os sapos

Por alguma razão, o francês tem o apelido de sapos (frogs)… Há muitas teorias diferentes sobre o fato:

1)  O apelido de data do século 18, quando Paris foi cercado por muitos pântanos …  A nobreza francesa que iria visitava Versailles, aparentemente, se referia aos parisienses como sapos por causa do arredores pantanosos …E mais tarde é que os outros países começaram a estender o apelido para descrever os franceses em geral.
2) Outra história que é de soldados americanos adptaram o apelido para os franceses durante a II Guerra Mundial, porque eles comiam pernas de rã e escondiam muito bem quando camuflados

3) De acordo com algumas lendas, diz-se que no batismo de Clóvis, rei da França, por  St-Remi, os sapos da bandeira se transformaram em flor-de-lis e ela se tornou o emblema real da França. Também é dito que certas características dos sapos são encontradas na personalidade dos franceses, com ser enterrado por longo período sem ar, e ser capaz de reviver novamente.

4) Outra lenda diz que Elizabeth I da Inglaterra adorava sapos e se referia a quem ela amava e amigos mais próximos como “meus queridos sapinhos. Então, o jovem e belo embaixador da França, pelo qual ela tinha se apaixonado perdidamente quando ela era jovem, era chamado por ela como “meu querido sapo”. Isto é encontrado nos livros de história ingleses.

Toad3

Me lambe e lhe mostro o caminho

O ato de lamber o sapo era usado para entrar em contato com os deus, isso porque a toxina liberada por ele tinha efeitos alucinógenos.  Depois de algum tempo a Igreja Católico proibiu esse costumo dizendo que era coisa do diabo e afirmando que o sapo era amigo das bruxas.

Já os ciganos acreditavam que sapos e rãs podiam proteger de pragas, trazer boa sorte ao casamento, trazer chuva e seriam o espírito dos não-nascidos e dos mortos prematuramente. Então,  eram um símbolo da ressurreição.

fontes:

http://allaboutfrogs.org/weird/general/frenchfrogs.html

http://allaboutfrogs.org/weird/general/myths.html

Sobre shironaya

web 2.0 addict, crazy about legends, stories, drawing, cinema, painting. adoro web 2.0, lendas, estórias, desenho, cinema, pintura.

Publicado em outubro 19, 2009, em contos, europa, França, lendas e marcado como , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: