Fantasmas da RAF

Sei que isso foge um pouco do assunto do blog, mas há vários dias venho vendo fotos antigas nos Flickr e estranhamente a palavra que me vem à cabeça é fantasma. Fantasma não talvez no sentido mas estrito, mas de uma época que já passou, de um tempo passado. Quem seriam aquelas pessoas e o que teriam vivido?

Pretendo falar mais sobre isso, mas por enquanto só gostaria de citar algumas estórias de fantasmas que encontrei internetando.

A RAF tinha um aerporto chamado Elsham Wold, inaugurado em julho 1941; semelhante ao de Waltham, era uma estação para bombardeiros pesados com os Wellingtons, Halifaxes e Lancaster. Elsham Wold é um local frio e sombrio e os esquadrões lá baseados tiveram muitos prejuízos e acidentes causados por gelo e nevoeiro.

Em janeiro de 1945, o cabo Hilary atravessava o campo de pouso, era meio dia e o nevoeiro estava muito espessoa. Ele parou para tentar se localizar, quando viu saindo do nevoeiro três tripulantes em seus trajes de vôo. Ele perguntou pela direção a seguir, mas eles só passaram por ele e desapareceram na névoa. Nesse dia não haveria vôos por causa do nevoeiro. Seriam fantasmas?

A pista foi fechada em 1947 e uma estrada corta o aeroporto. Durante muitos anos a familia Gregory viveu na torre de controle. Eles muitas vezes ouviram passoas na casa e sons de código morse. Tapas eram ouvidos na parede e eles perceberam que havia um padrão neles, e ex militares confirmaram que era realmente código morse.

Tal como acontece com aeroportos assombrados, um aviador fantasma mantinha a família assustada. Ele era sempre visto aos pés a cama do casal. Um dia o Sr. Gregory o viu sentado na cadeira, sorrindo para ele e quando levantou da cadeira o fantasma se levantou também e foi embora.

Uma noite, a esposa ouviu o filho gritar e foi até o quarto. Ele dizia “você não está ouvindo os motores? Eles estão se afastando e não vão voltar!”. O garoto descreveu em pormenores um avião de quatro motores e seus sete tripulantes.

Hoje em dia a torre não existe mais, sendo demolida para dar lugar a uma avenida. Mas o velho caminho para o aeroporto ainda existe, então quem sabe num dia enevoado se possa ver fantasmas!

Artigo do Mistery Mag

RAF = Royal Air Force

Sobre shironaya

web 2.0 addict, crazy about legends, stories, drawing, cinema, painting. adoro web 2.0, lendas, estórias, desenho, cinema, pintura.

Publicado em outubro 28, 2008, em contos, Inglaterra e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: