O Livro Violeta dos Contos de Fadas2


Lendo sobre os contos de fadas, achei algo que resolvi traduzir… Ele resume muito bem o que eles significavam e o que ainda significam para alguns… Para mim, esse contos sempre falaram mais alto para a minha parte consciente e principalmente para a subconsciente. Também não podia deixar de ser assim. Eles tem milênios e são como uma voz do passado te chamando para o teu lado mais selvagem. Olho para o céu e está negro como a noite lá fora, como se houvesse no céu um portal para outro mundo. Eu não sei, mas acho que se fechar os olhos eu poderei ouvir o uivo dos lobos lá fora.

 

Bons sonhos para vocês todos…

As estórias contidas no Livro Violeta dos Contos de Fadas, como todos os outros da série, foram compilados das estórias tradicionais populares de uma série de diferentes linguagens. Estas estórias são velhas como tudo que o homem inventou. Elas foram narradas por homens selvagens nus para crianças nuas selvagens. Elas foram herdadas por nossos ancestrais mais antigos, que realmente acreditavam que animais e árvores e pedras podem falar se quiser, e que poderiam ser bons ou maus. As estórias são cheias das velhas idéias de eram quando a ciência não existia e a mágica tomava o lugar da ciência. Qualquer um que tiver a curiosidade de ler as “Estórias Australianas Legendárias”, as quais a sra. Langloh Parker coletou dos lábios dos próprios aborígenes, que achavam que aqueles contos eram partes deles próprios. Quem eram os autores dessas estórias ninguém sabia – provavelmente os primeiros homens e mulheres. Eva talvez tenha contado essas estórias para divertir Caim e Abel. À medida que as pessoas se tornavam mais civilizadas e tinham reis e rainhas, príncipes e princesas, essas festejadas pessoas eram escolhidas como os heróis e heropinas. Mas originalmente os personagens eram apenas “um homem”, e “uma mulher”, e “um menino” e “uma menina”, com multidões de bestas, pássaros, e peixes, todos se comportando como seres humanos. Quando os nobres e outras pessoas tornarem-se ricas e educadas, eles esqueceram as velhas estórias, mas as pessoas dos sertões não, e elas as guardaram, com mudanças ao seu bel-prazer, de geração para geração Eles aprenderam a colecionar e pintar as estórias desse povo, e aquelas nós traduzimos, para divertir as crianças. Os gostos delas permanecem como os gostos de nossos ancestrais pelados, milhares de anos depois, e elas parecem gostar mais de contos de fadas que de história, poesia, geografia ou aritmética, assim como os adultos preferem romances que outra coisa.

Sobre shironaya

web 2.0 addict, crazy about legends, stories, drawing, cinema, painting. adoro web 2.0, lendas, estórias, desenho, cinema, pintura.

Publicado em março 14, 2008, em contos e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: